O que é nuvem e por que ela é mais segura para a sua empresa?

Views: 6832

The complete platform for all your events

Book a Meeting
Posted on April 25, 2019

Mesmo com a transformação digital sendo o assunto do momento, o empreendedor brasileiro ainda parece ter dificuldades em adotar essa realidade na rotina corporativa. Hoje vamos falar de um aspecto básico da transformação digital em empresas, que geralmente é o primeiro passo de muitas que pensam na adoção de tecnologia para seus processos: o armazenamento em nuvem para salvar e compartilhar arquivos, documentos, planilhas, vídeos e outras mídias. O uso da nuvem também está mudando a forma como alguns softwares são comercializados para as empresas.

Mas, afinal o que é nuvem? Antes, é preciso entender o que é software

Antes de explicar o que é o tal sistema em nuvem, vamos partir do básico: a palavra software é muito difundida (e até banalizada) em publicações sobre tecnologia. Mas você sabe o que ela significa?

O software, assim como o hardware, está em todos os dispositivos tecnológicos, do computador ao smartphone. A diferença é que os hardware são as peças físicas do equipamento (como HD, placa de rede ou memória RAM). Já o software é o conjunto de plataformas ou aplicativos que permitem ao equipamento funcionar.

Até pouco tempo atrás, a única forma de ter acesso a softwares era instalando um programa no computador ou fazendo o seu download. Basta pensar nas ferramentas do Pacote Office, por exemplo. Esses softwares pesam o armazenamento do computador e podem trazer riscos ao dispositivo, especialmente se forem baixados por um site não-oficial. Esse modelo de software, “offline”, é armazenado em um ambiente desktop.

A grande inovação dos últimos tempos é que esses softwares passaram a ficar acessíveis para a população através de um outro sistema de armazenamento, a nuvem.

Quando falamos em nuvem de computação, estamos nos referindo a uma vasta rede de servidores remotos conectados à internet. Estes servidores são capazes de armazenar dados e gerenciá-los, além de executar aplicativos e ainda fornecer conteúdos ou serviços, como transmissão de vídeos e áudios, ou redes sociais. Em vez de acessar  esses arquivos e dados de um mesmo computador ou do ambiente interno de uma empresa, você pode acessá-los de qualquer dispositivo, de onde estiver – desde que esteja conectado à internet.

Na prática, é como abandonar de vez downloads de softwares, chaves de licença e até o longínquo CD-ROM de instalação. Sai o recurso físico e entra a integração online, que permite uma flexibilidade de acesso e capacidade de armazenamento nunca antes vista.


Usar Excell e salvá-lo em ambiente desktop x salvar suas planilhas em uma nuvem, online e com capacidade extra de armazenamento. O que é melhor? Fazer essa pergunta é quase como comparar o walkman com o Spotify.

Se antigamente a única forma de “transportar” sua música favorita para onde quisesse era através de um dispositivo pesado, que não cabia nem no bolso e ainda exigia o uso de uma fita com número limitadíssimo de músicas, hoje você consegue ouvir (quase) qualquer coisa através de um software leve, que permite a você escutar o que quiser, de onde estiver, sem precisar baixar nada, como é o caso do Spotify. Além de disponibilizar músicas do mundo inteiro para você, softwares como o Spotify ainda conseguem captar dados a partir do que você escuta/consome, e assim, te entregar novas músicas que tenham relação com o seu gosto.

Portanto, o armazenamento em desktop – assim como o walkman – parece moda do passado. A evolução da tecnologia permite que nossas vidas sejam facilitadas.

O Spotify e outras ferramentas online são reflexo de um longo estudo pautado em big data, machine learning e outros elementos da Inteligência Artificial. O aprendizado da máquina, por exemplo, é a funcionalidade que permite a esses softwares oferecer a você sempre um conteúdo novo que você possa gostar de ouvir – ou assistir, ler, etc, tudo baseado no seu gosto e no seu uso dessas ferramentas.

Como os softwares na nuvem funcionam?

Esses softwares na nuvem rodam em um servidor externo, por isso são acessíveis de onde você estiver, independente do dispositivo usado. Empresas que adotam esse sistema só veem vantagens: desde a possibilidade de acessar arquivos de onde o colaborador estiver (o que evita dores de cabeça quando um computador estraga), até a segurança no armazenamento de dados, fora toda a praticidade que envolve uma ferramenta que funciona completamente offline.

A facilidade desses softwares na nuvem começa já no momento da contratação. Isso porque muitas empresas que disponibilizam esses softwares (chamadas de parceiras digitais) trabalham com planos de assinatura via SaaS. Nesse modelo de contratação, a empresa de software fica responsável por entregar toda a estrutura necessária para disponibilização do sistema, enquanto o cliente paga um valor fixo pelo serviço. Geralmente, uma empresa contrata um software de um parceiro digital por um período de tempo (cerca de um ano), podendo renovar a assinatura caso seja do interesse do cliente. Esse modelo facilita a vida da empresa e dos colaboradores.

Além disso, a funcionalidade dos softwares armazenados na nuvem independem de sistema operacional do seu dispositivo. Ou seja, não importa se você utiliza Android ou iOS, o software na nuvem provavelmente vai atender à sua demanda sem que esses sistemas sejam um empecilho.

Por que o armazenamento na nuvem é mais seguro?

Além de todas essas vantagens, o software armazenado na nuvem ainda é mais seguro que o sistema desktop. Veja abaixo 3 motivos que comprovam isso:

  • Maior controle de acesso

O administrador que contrata o software consegue controlar acessos e permissões dentro da própria plataforma. É possível administrar qual time da sua empresa pode visualizar cada documento, ou editá-lo. Além disso, o acesso a esses softwares só pode ser feito via login e senha.

  • Proteção contra vírus mais eficiente

O uso de software na nuvem impede que vírus invadam a rede interna quando você faz download de um outro programa. Além disso, ao deixar a maioria dos softwares que sua empresa precisa armazenados na nuvem, você mantém os computadores mais leves, com mais espaço de armazenamento. Ter o mínimo possível de programas instalados na máquina é ter menos possibilidade de ser atacado por um malware, além de garantir o funcionamento ideal da máquina.

  • Recuperação automática do histórico de modificações e outros dados

Softwares virtualizados na nuvem são capazes de salvar automaticamente uma edição feita em um documento – basta estar conectado à internet. Isso evita dores de cabeça quando o computador desliga inesperadamente, ou quando o celular fica sem bateria, por exemplo – problemas comuns a quem usa softwares em desktop com frequência.
Ainda está em dúvida sobre qual tipo de software é o mais eficiente para a sua empresa? Continue no blog da InEvent e saiba por que a transformação digital é o lugar onde a sua empresa merece estar!

[hubspot portal=”5958648″ id=”5301f3e9-4597-497c-b2ed-bfd694541e55″ type=”form”]
WebManager
© InEvent, Inc. 2024