[Guest Post] 4 motivos para realizar eventos corporativos

Views: 7718

The complete platform for all your events

Book a Meeting
Posted on November 19, 2019

por Guia de Investimento*

Se alguma vez você ouviu falar que o investimento em eventos corporativos é um gasto desnecessário, está na hora de abandonar essa ideia.

As atuais relações profissionais, bem como a complexidade do mercado atual, exigem experiências positivas não apenas para os clientes, mas também para os colaboradores e público em geral. 

Portanto, os eventos corporativos são parte da cultura organizacional das empresas, como forma de garantir a valorização dos princípios da organização e do engajamento dos profissionais envolvidos.

Ou seja, um dos principais motivos para realizar eventos corporativos é, justamente, aprimorar o relacionamento entre os integrantes da empresa. 

Participar de um evento corporativo já é algo conhecido no mundo dos negócios. Essa estratégia é usada por grande parte das empresas, não só com o intuito promocional, mas também, para estreitar o relacionamento com clientes, fornecedores, colaboradores, parceiros e prestadores de serviço.

De acordo com pesquisas realizadas, um terço das grandes empresas de sucesso investem mais de 20% do orçamento no marketing de eventos corporativos. 

Isso quer dizer que os empreendimentos de grande reconhecimento no mercado percebem a importância de planejar e participar de um bom evento, ainda mais em um mundo tão competitivo quanto o de hoje.

Abaixo, separamos outras vantagens e o porquê é importante investir em eventos corporativos.

1 – Melhorar o networking

O networking nada mais é que a rede de contatos da empresa. Com ele, é possível construir bons relacionamentos com profissionais do mercado e, até mesmo, firmar parcerias.

Por exemplo, é importante que agências de segurança tenham uma lista de contatos de empreendimentos que forneçam gravador rfid, um equipamento altamente eficiente para o controle de acesso. 

Dessa forma, é possível oferecer soluções integradas para os clientes, que passam a confiar mais na empresa.

Sendo assim, é importante manter uma rede atualizada de contatos e um bom networking. E os eventos corporativos são excelentes oportunidades para conhecer novos profissionais, criar conexões e conhecer um pouco mais sobre outras empresas.

No exemplo citado acima, a agência de segurança pode não só firmar uma parceria com a empresa de gravadores, mas também, conhecer um novo produto, como o leitor rfid USB. Isso abre portas para outras negociações, com possibilidades de investimentos e parcerias.

2 – Fortalecer o posicionamento da empresa

Os eventos corporativos fortalecem o posicionamento das empresas e aumentam a sua força dentro do mercado em que atua. Ou seja, as confraternizações, festas e comemorações são responsáveis por mostrar ao público que os negócios estão indo bem.

Além disso, os eventos podem ser gravados, com filmagens com drone preço acessível ou por vídeos convencionais, para posterior edição e divulgação.

Na prática, a empresa pode realizar um evento para anunciar um novo produto e oferecer conteúdo audiovisual, fotográfico ou textual para a imprensa, o que também fortalece o posicionamento no mercado.

Vale ressaltar que os empreendimentos que são bem posicionados, têm mais chances de aproximar e reter clientes, pois são bem vistos pelo público. 

Quer dizer que, além da notoriedade pelo próprio mercado, a empresa também se destaca perante a concorrência e ganha credibilidade com os potenciais clientes.

3 – Promover o desenvolvimento profissional

Os eventos corporativos trabalham no desenvolvimento dos profissionais já atuantes na empresa, por meio de palestras, congressos e oportunidades de capacitação. 

A grande vantagem está no aprimoramento técnico dos colaboradores, que podem usar os conhecimentos para melhorar os processos produtivos.

O desenvolvimento de habilidades profissionais também ocorre quando a empresa lança uma nova organização do trabalho, ou propõe métodos diferenciados de gestão. 

Por exemplo, se uma indústria de conformação de plásticos resolve adotar o vacuum forming como ferramenta para a fabricação de produtos, é necessário orientar os colaboradores sobre o uso desse instrumento.

Assim, ao invés de um treinamento cansativo, o evento pode ser o ambiente ideal para comunicar algo, de maneira amigável, sobre o trabalho dos colaboradores. 

Além disso, o contato entre gestores e funcionários é aproximado, o que reduz dúvidas e permite maior integração da equipe.

4 – Motivar os funcionários e colaboradores

A falta de motivação é um dos problemas que mais atinge as empresas no Brasil. Além de comprometer a produtividade, a desmotivação também traz consequências negativas para o funcionário, como o aumento de estresse, síndrome de Burnout e, até mesmo, quadros depressivos. 

Segundo dados de uma pesquisa, 30% dos mais de 100 milhões de trabalhadores brasileiros sofrem com esses problemas.

Diante disso, os eventos corporativos podem funcionar como uma ação motivadora, especialmente, quando alinhados para atender os desejos dos colaboradores. 

É importante ouvir o que os funcionários têm a dizer, pois eles se sentem valorizados e, consequentemente, melhoram a produtividade.

Quais são eventos a sua empresa pode realizar?

Engana-se quem pensa que os eventos corporativos são apenas festas. Há muitas opções, dependendo dos objetivos e intenções da empresa. 

Por essa razão, antes de realizar qualquer evento, é necessário projetar e organizar as etapas.

Entre os tipos de eventos mais comuns, destacam-se:

  • As reuniões internas;
  • Os congressos;
  • Os workshops e oficinas;
  • As feiras;
  • Os lançamentos de produtos;
  • As celebrações corporativas.

Reuniões internas

As reuniões internas têm como principal objetivo integrar os colaboradores, acerca de uma determinada necessidade, seja de produção ou para a apresentação de resultados. 

Por exemplo, ao oferecer uma prancha de resgate completa, a empresa percebeu que houve uma boa estratégia de marketing nas redes sociais. As reuniões podem servir para apresentar números de sucesso e, assim, motivar os colaboradores.

Importante ressaltar que as reuniões internas não precisam ser formais. É possível manter um certo grau de informalidade, inclusive, oferecendo algum tipo de entretenimento (como comes e bebes, ou realizar o evento em um restaurante ou um jantar corporativo).

Congressos

Os congressos visam a troca de conhecimento, por isso, possuem um caráter mais científico, acadêmico e cultural. Nas empresas, é comum que esses eventos sejam usados para a promoção do networking e para o debate sobre novidades na área.

Por exemplo, um congresso de engenharia elétrica pode trazer inovações a respeito de quadro qta, que é usado quando há falta de energia. 

Assim, é importante que empresas do setor participem do evento e estejam atentas às inovações no mercado, como um todo. Por exemplo, é importante que as empresas de segurança tenham uma lista de contatos de empreendimentos que forneçam gravador rfid, um equipamento altamente eficiente para o controle de acesso. 

Workshops e oficinas

Os workshops e oficinas têm o objetivo de desenvolver a habilidade dos colaboradores e promover o aprendizado. 

No entanto, diferentemente dos congressos, os workshops são mais práticos e, por essa razão, normalmente são feitos em pequenos grupos.

As empresas podem promover oficinas quando querem ensinar novos métodos ou ferramentas aos funcionários, ou ensinar os colaboradores recém-empregados. 

Assim, uma fábrica de estrado plástico modular pode promover um workshop ensinando como operar máquinas, regras de segurança dentro das indústrias, treinamento para uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), entre outros.

Feiras

As feiras são os eventos corporativos mais populares no mercado. Elas são voltadas para a apresentação de produtos e/ou serviços, com a reunião de diversos fornecedores, empreendimentos e público em geral. 

Assim, em uma feira sustentável, é possível ter uma fabricante de contentor de lixo 1000 litros, que irá divulgar seu produto para pessoas interessadas, em especial, do ramo da reciclagem.

O principal objetivo das feiras é aproximar os integrantes da cadeia produtiva e fomentar o networking. Por essa razão, esses eventos costumam concentrar muitas pessoas, que não somente da área de interesse.

Lançamento de produtos

O lançamento de produtos visa despertar a euforia, ansiedade e a curiosidade dos consumidores. O evento é uma ótima oportunidade para reunir gestores, funcionários, imprensa, concorrentes e, até mesmo, os próprios clientes.

Em geral, as empresas de tecnologia são as que mais investem no lançamento de produtos, como é o caso de novos smartphones, computadores e aplicativos. Esse tipo de evento atrai grande atenção do público e colabora com a visibilidade do empreendimento nos meios de comunicação.

Apesar de, tradicionalmente, o lançamento de produtos estar associado às grandes cerimônias, os pequenos negócios também podem usar a criatividade para a promoção de um evento de menor porte. 

O segredo é ter um bom planejamento e não esquecer de investir em uma divulgação objetiva, para a promoção da marca.

Celebrações corporativas

As celebrações corporativas são eventos onde há predominância da informalidade, visto que o principal objetivo é confraternizar a equipe, em um ambiente descontraído. 

Durante as celebrações, os participantes são encorajados a deixar o trabalho de lado e desfrutar de um momento de diversão.

Normalmente, as celebrações corporativas ocorrem nos finais de ano, como ritos de comemoração de Natal e Ano Novo. 

Esses eventos também são realizados quando a empresa cumpre metas satisfatórias, como forma de presentear colaboradores e gestores pelo bom trabalho executado.

*Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

[hubspot portal=”5958648″ id=”5301f3e9-4597-497c-b2ed-bfd694541e55″ type=”form”]
WebManager
© InEvent, Inc. 2024