happy hour corporativo

A importância do happy hour e meeting corporativo como estratégia de marketing para a empresa

Views: 6976

The complete platform for all your events

Book a Meeting
Posted on June 19, 2019

Talvez você se pergunte por que insistir nos encontros presenciais quando a transformação digital toma conta do mercado, especialmente quando o assunto é marketing e aproximação com o público-alvo. Na verdade, ainda que a tecnologia evolua a ponto de estabelecer contato com várias pessoas ao redor do mundo – o que é maravilhoso! – nenhuma estratégia parece tão eficaz para estabelecer parcerias quanto os encontros face a face. Vamos mostrar como sua empresa pode aproveitar as oportunidades geradas por esses eventos, por meio de meetings e happy hours corporativos.

São nesses encontros que líderes, funcionários, parceiros e clientes fortalecem laços e têm a oportunidade de discutir sobre o mercado sem as formalidades de um ambiente corporativo. Isso pode até agilizar o fechamento de um bom contrato.

MEETINGS E HAPPY HOUR CORPORATIVO

A diferença potencial entre meeting e happy hour corporativo é o tipo de ambiente que sua empresa deseja criar nesses encontros, mas, geralmente, cada empresa opta por nomear esses eventos como quiser. Na dúvida, pense o seguinte: o intuito é mostrar conteúdos e mostrar seu produto ao mercado, pura e simplesmente? Invista nos meetings, que podem ter um ar mais corporativo, ainda que contem com coffee breaks, por exemplo. Mas se sua ideia é criar um clima descontraído entre os participantes, invista na estética do happy hour, que pode contarcom música, comes e bebes e outras atrações. Porém, a nomenclatura varia de acordo com as normas de cada empresa. Seja happy hour ou meeting, não importa o nome que se dê: o importante é estreitar laços.

Para Vinicius Neris, Diretor de Negócios da InEvent, o happy hour corporativo traz muitos benefícios. A empresa organiza esses eventos mensalmente, voltados para clientes e parceiros:

“É o momento onde podemos falar de negócios sem estarmos pensando na próxima tarefa que precisamos executar no dia a dia da operação. As pessoas conseguem relaxar e é nesse momento que mais insights e ideias novas podem surgir para resolver os problemas que nos deparamos com nossos clientes e parceiros. Além disso, conseguimos estreitar e desenvolver novos relacionamentos que podem durar muito tempo”.

E conclui: “Toda empresa deveria organizar meetups e happy hours periodicamente com seus clientes e parceiros”.

Os meetings corporativos podem acontecer de diversas maneiras: seja encontros voltados para potenciais clientes, com inscrição aberta ao público, ou internos, voltados aos funcionários. Hoje vamos nos focar no modelo que pode ser uma excelente estratégia de marketing para sua empresa, os meetings abertos ao público. A partir deles, é possível desde estreitar laços com importantes players até apresentar novidades inéditas sobre seu produto.

Divulgar essas novidades em primeira mão é importante porque faz com que o participante se sinta importante, ao conhecer uma novidade antes do mercado.

A Stefanini, uma das mais importantes provedoras globais de soluções de negócios baseadas em tecnologia , também vê bastante valor nesses encontros. “Os meetups que produzimos para público aberto são sobre temas que envolvem novas formas de idealizar, produzir e gerenciar projetos e ideias, trazendo, normalmente, ‘dores’ do mercado para que sejam debatidas pelos experts nossos e do mercado”, aponta Joseane Janner, que faz a Gestão Estratégica de Marketing da empresa.

Para ela, esses meetings ajudam a posicionar a marca no mercado, o que é importante seja para conquistar clientes ou captar novos talentos. “Aproveitamos esses momentos para divulgar a causa do Instituto, recebemos possíveis candidatos a nossas vagas de trabalho e também nossos clientes. Normalmente é um momento leve e descontraído que gera resultados ótimos também na imprensa”, explica.

Empresas só têm a ganhar com esses encontros. Estudiosos como Schommer já apontaram que a promoção desses eventos fomenta a “formação de uma imagem positiva sobre o produto na mente do consumidor”. E esse é um dos princípios de um bom marketing, certo?

Ainda segundo o pesquisador, esses encontros podem ser benéficos por estabelecer “confiança, construção de relacionamentos, formação e intercâmbio de ideias”. Para Joseane, essas vantagens são bastante claras:

“O negócio ganha em divulgação e em conhecimento do nosso público-alvo. Termos uma agenda organizada nos faz ser conhecidos pela recorrência, levando nossa marca mais adiante, de uma forma muito positiva e querida do público.”

Como organizar:

Se não for possível fazer o happy hour corporativo ou meeting na própria empresa, escolha um local central, de confiança, que possa ser fidelizado para futuras edições. Pode ser interessante, também, estabelecer uma periodicidade para este evento. Independente do local, muitos organizadores preferem bancar os custos de comida e bebida. Cobrar um valor simbólico de ingresso para ajudar a custear pode ser uma boa pedida.

Mas, para isso, certifique-se que seu evento seja atraente para o mercado, seja com palestras chamativas ou outras atrações. O importante é estabelecer um budget claro pensando na quantidade de pessoas que pode atrair para o seu evento.

happy hour corporativo
happy hour: investimento com retorno (Foto: Acervo InEvent)

Como divulgar:

É interessante estabelecer um planejamento de marketing para esse tipo de proposta, pensando em como divulgar o evento para atingir diretamente o participante que você quer conquistar – via e-mail marketing, por exemplo. Se o intuito for tornar esse tipo de evento recorrente, pode ser uma boa pedida acrescentá-lo aos projeto anual de marketing junto as demais estratégias usadas pela sua empresa para reforço de marca no mercado.

Feito isso, não se esqueça de divulgar bastante o evento nas redes sociais da empresa! Procure incentivar seus funcionários a fazerem o mesmo, de maneira natural e sem maiores pressões, mostrando como essa estratégia pode gerar valor para o time como um todo.

Time unido!

É importante considerar que, quando uma empresa organiza esse tipo de encontro, acaba engajando todos os times – o que pode também ser um ponto a favor. Joseane aponta que diferentes setores da Stefanini acabam engajando no projeto. “Tem a área mais próxima aos projetos, que organiza conosco quais temas serão falados, quais serão os porta-vozes de cada tema. Nossa área de eventos e divulgação atua em paralelo organizando as ferramentas de inscrição, divulgação em redes sociais e imprensa. No dia do evento recebemos, juntos, nossos convidados, fazendo parte das conversas”, finaliza.

Você pode conferir mais informações sobre os meetups da Stefanini nas redes sociais da empresa.

___________________

Já o happy hour corporativo da InEvent tem o objetivo de fomentar a rede de parceiros e ajudá-la a se tornar cada vez mais capacitada.

A edição deste mês acontece no dia 26 de junho, e as inscrições são gratuitas. “Queremos reunir empresas, agências e fornecedores parceiros para um networking de qualidade e boas conversas sobre como tornar ainda melhor o ambiente dos eventos corporativos no Brasil”, explica Neris. O tema desta edição é viagens corporativas, com palestras sobre viagens de incentivo com Fernando Ciavolella, Manager de Eventos na Flytour Eventos. Inscreva-se gratuitamente aqui.

[hubspot portal=”5958648″ id=”5301f3e9-4597-497c-b2ed-bfd694541e55″ type=”form”]
WebManager
© InEvent, Inc. 2024